terça-feira, 15 de maio de 2012

Especial Homem-Aranha: A Antiga Trilogia

Peter Parker_Tobey Maguire_Spider-Man

O assunto do momento é o filme dos Vingadores, mas o ano de 2012 ainda nos brindará com mais filmes de super-heróis, como é o caso do novo filme do Homem-Aranha que será lançado em 6 de julho. Mas antes de um artigo completo sobre o novo filme, vamos rever os erros da antiga trilogia e comparar com o reboot do aracnídeo nos cinemas.

Sam Raimi estragou tudo 


Todos devem lembrar da trilogia do Homem-Aranha pelas mãos do diretor Sam Raimi, que não foi muito elogiado pelos fãs e não-fãs dos quadrinhos do super-herói. Vou logo avisando que não sou fã xiita, não quero uma adaptação 100% fiel ao que é mostrado nos quadrinhos, até mesmo pelo fato de que isso seria impossível, justamente por se tratar de uma adaptação. 

Spider-Man
Ainda tenho esse pôster do filme em casa
Mas não é por isso que qualquer adaptação seja digna de elogios. Quando começaram a lançar, as adaptações chamaram a atenção do público que por décadas esperavam por esse momento. Muitas pessoas se decepcionaram, e eu sou uma delas. Eu adoro algumas adaptações, como é o caso de: "Watchmen", "V for Vendetta", "300""Batman Begins""Batman -The Dark Knight", "Kick-Ass" e o primeiro filme do "Homem de Ferro". E o resto do que foi produzido, é resto.

  • Não ter mostrado a genialidade do Peter Parker

O Peter Parker dos quadrinhos participa mais ativamente de feiras de ciências nos quadrinhos, se tornando até assistente do Dr. Otto Octavius - que após um acidente, se torna um dos vilões do Homem-Aranha - em uma exposição sobre radiação.

spider-man
Ilustração de Alex Ross 
Obviamente que o clássico da "aranha radioativa" que transmite os poderes para o jovem Peter não ficaria nada legal em pleno século XXI, sendo melhor a idéia de colocar uma aranha geneticamente alterada - que também, convenhamos, somente em quadrinhos; mas foi melhor do que a radiação. Nos quadrinhos, é durante essa exposição que o Dr. Otto exibe a sua mais nova invenção: os tentáculos que ele pode controlar mentalmente, facilitando manipular determinados elementos nos experimentos.

Durante a exposição ocorre um acidente em que deixa o Dr. Otto gravemente ferido, ficando com os tentáculos acoplados em seu tórax e sua visão parcialmente prejudicada. Enquanto isso, a aranha que tinha recebido uma carga de radiação foge e pica o jovem Peter.

No filme o Peter nem parece ter um papel de destaque durante a excursão escolar em que a turma vai até uma exposição sobre experiências genéticas, ele está mais interessado em tirar algumas fotos e escrever um artigo para a escola. Voltando aos quadrinhos, "todo mundo" já sabe o que acontece depois de ser picado: depois de alguns dias o Peter fica doente e depois descobre suas novas habilidades, vai somar 1+1 e relacionar com o acidente na feira de ciências. Já o Dr. Otto reaparece algumas edições depois como o vilão Doutor Octopus.

"Tá, mas e sobre a genialidade dele, Irlandês Maluko?"

Peter Parker era o típico nerd que quase não tinha vida fora do quarto, passando boa parte do dia dentro dele, inventando bugigangas ou tentando descobrir algo que fosse útil. Tio Ben e a tia May sempre se orgulharam do sobrinho que passaram a criar como se fosse um filho, depois que os pais morreram em um desastre aéreo.

Lançadores de teia
Ilustração do dispositivo
Uma das coisas que Peter inventa, é um novo super-polímero, um fluído que é capaz de se tornar sólido e resistente em contato com o ar. Depois que ganha as habilidades aracnídeas, Peter desenvolve um aparelho capaz de disparar esse fluído com o objetivo de atingir alvos distantes e facilitar a locomoção. Como colocaram o Homem-Aranha soltando teia orgânica no filme, fizeram uma grande besteira e desperdiçaram a chance de mostrar o quanto o rapaz é inteligente.

Existe outro artigo em que explico melhor sobre esse e outros detalhes que você precisa ler, mas contém um determinado spoiler que pode desagradar quem não conhece os quadrinhos: o novo filme do Homem-Aranha e alguns detalhes, a próxima postagem.

  • A Kirsten Dunst como Mary Jane Watson

Na trilogia, Peter tem como primeira namorada a ruiva Mary Jane Watson, que é um outro pequeno detalhe que deixa a desejar, já que isso altera em muito a forma como o Homem-Aranha lidará com a sua carreira de super-herói e a responsabilidade que essa situação lhe impõe. E nos quadrinhos, a Mary Jane é muito bonita, chegando um dia até se tornar uma modelo de fama internacional.

Tendo como base esse detalhe, a atriz Kirsten Dunst foi uma péssima escolha. Não importa se a Mary Jane é tudo isso nos quadrinhos, ela só não é feia como a Kirsten. A verdade é que existem atrizes que seriam uma melhor escolha para o papel da ruiva do que a Kirsten foi. Para vocês terem uma idéia do quanto achei péssima a escolha dessa atriz, nem me dei ao trabalho de colocar uma imagem dela no artigo.

Tenho três opções de atrizes que, na minha opinião, ficariam melhor no papel:

Amy Adams
Amy Adams
Emily Blunt
Emily Blunt
Laura Prepon
Laura Prepon
Qual delas você acha que ficaria melhor no papel de Mary Jane? Bom, vou explicar o motivo de ter escolhido elas: Amy Adams é uma boa atriz, tem carisma, só que é impossível olhar para ela e não lembrar de uma princesa, de tão delicada que é. Não é de surpreender que ela ficou tão bem no papel de uma princesa no filme "Encantada"; tem a Laura Prepon, que seria uma ótima Mary Jane adolescente, pois ela tem um jeitão rebelde e essa característica poderia ser aproveitada, já que nos quadrinhos a M. Jane é assim quando jovem. Desde a primeira vez que assisti o seriado "That' 70s Show" (De Volta aos Anos 70) do qual ela fazia parte do elenco, é que a imaginei no papel da ruiva. Mas é aquilo, somente a fase "adolescente"; e temos a Emily Blunt, que poderia encarnar uma Mary Jane mais madura, com uma carreira consolidada e sempre pronta para apoiar Peter em sua empreitada na luta contra o crime. Um filme em que não mostrasse o casal tão jovem, um filme em que o Homem-Aranha já tivesse anos de carreira.

Quem você acha que ficaria melhor no papel?

Mary Jane
Mary Jane Watson pelo traço de um dos desenhistas que mais admiro, John Romita
Caso alguma delas fosse escolhida (e o diretor não fosse o Sam Raimi e se tivessem contratado um roteirista de qualidade), ainda sim seria melhor do que a Kirsten - deu para notar que eu não gosto dela? Mary Jane com cara de velha, pagando de novinha, não dá. E o detalhe mais importante: a primeira namorada de Peter, é a Gwen Stacy - okay, não é a primeira, mas é a primeira com quem ele tem um relacionamento mais duradouro -, um dos grandes amores dele e que vai marcá-lo para sempre.

  • O ridículo uniforme do Duende Verde

Quando as primeiras imagens do uniforme do Homem-Aranha foram veiculadas, eu cheguei a ficar empolgado quando finalmente pude ver o que seria um uniforme decente. Para você entender quando digo  "decente", assista esse vídeo do seriado dos anos 70:


Em 06 segundos do vídeo, o Homem-Aranha tenta te surpreender e começa a bizarrice. Não sei qual cena é a pior: se é o pulinho em que ele gruda na parede ou se é quando lança a teia que daria inveja em qualquer vaqueiro; mas diante de tanta bizarrice, a cena em que a aranha pica o Peter Parker é a única boa da abertura. É claro que não tem nenhum atrativo para os dias de hoje, ainda mais com a trilha sonora da abertura do seriado - que por sinal, eu gostei -, me fez lembrar de um DVD com os hits dos anos 70 que o meu tio tem: Disco Inferno (já ri bastante desse DVD, principalmente por causa do Boney M).

Parece que todos gostaram do uniforme do Homem-Aranha no filme, mas aí todo mundo lembra do Duende Verde e eu sempre me pergunto: que sacanagem foi aquela que fizeram com um dos melhores vilões do Homem-Aranha?

Green Goblin
Parece ou não parece um inimigo dos Power Rangers?
Bom, no filme as indústrias Oscorp - eu gosto desse nome - produzem equipamentos bélicos, para fins militares que provavelmente o governo dos EUA esteja interessado e até que isso é um pouco diferente dos quadrinhos, já que a Oscorp trabalha mais desenvolvendo substâncias químicas.

O mais novo produto é um resistente uniforme de combate e um planador que responderia aos comandos do usuário, podendo se tornar uma unidade tanto terrestre quanto aérea - sem querer parecer arrogante, expliquei isso melhor que o filme. Só que existe um detalhe que faz toda a diferença: a fórmula que foi produzida por Norman Osborn e seus melhores profissionais, que tem como finalidade ampliar a força e resistência humana - no filme, são só essas características, nos quadrinhos existem outras -, só que por conter possíveis efeitos colaterais devastadores ao usuário, é reprovada pelos interessados em comprar o produto.

Norman Osborn não aceita a reprovação do seu projeto, já que se tratava de um grande negócio para a Oscorp e parte para o ataque: mesmo sabendo que envolve risco, Norman usa a fórmula em si mesmo provando que a sua sanidade já não está mais em dia. Norman que já não é um sujeito muito equilibrado, com a aplicação da fórmula, a sanidade dele vai para o espaço por causa do efeito colateral.

Bom, mas o que eu realmente queria dizer, é que mesmo que digam que aquele uniforme do Duende Verde seja uma versão high tech do uniforme original, que assim tem mais lógica pelo filme se passar no século XXI, o uniforme não agrada. O Duende Verde do filme te passa a sensação de que você só está assistindo  mais um novo episódio dos Power Rangers. E, mais uma vez, não digo que o uniforme deveria ser idêntico ao dos quadrinhos, mas deveria ser muito mais horripilante - até mesmo pelo fato do "Duende Verde" de Norman Osborn ser uma personificação de seus pesadelos que ele tinha durante a infância, algo que também poderia ser explorado nos filmes. Veja este vídeo em que uma das máscaras é testada:


Apesar de precisar de uns retoques, como um capuz melhor e alterar a cor da "pele", prefiro mil vezes essa máscara do que aquele capacete que ele usa, que acaba fazendo com que ele se pareça mais um Alien - na verdade, um xenomorfo - do que algo parecido com um Duende. E após assistirem o vídeo, eu sei que a possibilidade de que vocês concordem comigo é maior. A única coisa que vejo de positivo nesse Duende Verde é o Willem Dafoe no papel de Norman Osborn.

Willem Dafoe_Green Goblin_
Willem Dafoe como Norman Osborn, ponto positivo do filme
Colocar o doidão do Willem Dafoe para viver o Norman Osborn no filme, foi uma excelente escolha. Você se interessa muito mais em ver o Norman em ação, do que o Duende Verde. E apesar de saber que o filme também é feito para crianças, já que o Homem-Aranha é um super-herói  que as crianças adoram - eu, por exemplo, gosto desde que eu era criança -, esse apelo infantil pode realmente estragar qualquer filme de super-herói.

Já pensou em um Duende Verde muito mais assustador? Os pais teriam suas noites de sonos interrompidas por causa dos pesadelos que seus filhos teriam por causa do Duende do filme. Pensando nisso, creio que o Duende Verde se tornaria uma opção quando os pais tentassem intimidar os filhos através do medo, no caso de usarem personagens como: a "Velha debaixo da cama", o "Velho do saco", a "Cuca", o "Fura-Dedo" e etc.

  • Tobey Maguire, o melhor Peter Parker

Apesar dos erros do diretor Sam Raimi em querer inovar e alterar a história do Homem-Aranha na adaptação, escolher o ator Tobey Maguire para ser o tímido e desajeitado Peter Parker, foi um grande acerto. Quem conhece o personagem dos quadrinhos, sabe do que estou falando. É incrível como o Tobey Maguire ficou bem no papel do nerd mais famoso dos quadrinhos, e nem digo por conta da semelhança física, mas por outra característica do jovem Parker que o Tobey conseguiu transmitir: carisma.

Tobey Maguire_Spider-man_Peter Parker
Antigamente o nerd era praticamente uma criatura invisível, dava tchau e nem era notado
Nos quadrinhos, Peter Parker é aquele sujeito perseguido na escola por ser nerd, mas com o passar dos anos, Peter vai se tornando uma pessoa cada vez menos tímida e medrosa ao ter que lidar com pessoas, melhorando o seu relacionamento com elas, ao ultrapassar alguns obstáculos existentes na vida "fora do quarto". Vou até me usar como exemplo: eu sempre tive problemas com o meu nome e ainda tenho, é algo que às vezes se torna uma barreira pelo motivo de ter que repetir umas duas ou três vezes o meu nome quando me apresento. Hoje em dia é tiro de letra, tanto que acho divertido, mesmo que seja uma situação que me deixe desconfortável, depois eu sempre faço piada sobre o ocorrido.

Human Spider_Spider-man_Peter Parker_Homem-Aranha
"Aranha-Humana"
O Peter Parker é apenas um cara normal - tirando o fato de escalar paredes, claro - tentando ter uma vida normal, que é apaixonado por uma garota que mora ao lado de sua casa e que conhece desde a infância, que além de estudar, tem que trabalhar para conseguir contribuir com as despesas de casa. Quem assiste os filmes do Homem-Aranha, acaba sem querer torcendo para que o rapaz consiga êxito em sua vida. São essas coisas que tornam o personagem mais próximo dos telespectadores.

Falei muito mais do primeiro filme, não é? Os outros filmes seguem os erros do primeiro: roteiro fraco, menos foco na genialidade do Peter Parker e vilões que se tornam um peso durante a trama. Temos o Dr. Octopus (Homem-Aranha 2) e o Novo Duende Verde - Harry Osborn, filho de Norman, se torna um "vilão" no terceiro filme - que até seguram a barra como vilões, mas lembramos daquele Venon e a besteira que o Sam Raimi fez ao querer introduzir a fase do uniforme negro... não deu.

Venon
É triste a falta de atenção que deram ao vilão Venon no filme
Desde a escolha do ator para ser o Eddie Brock, aos efeitos do simbionte Venon - e também têm aqueles gritinhos que o Venon solta que é a coisa mais ridícula que existe - e o desenho do uniforme negro do Homem-Aranha: a prova de que o trabalho foi ruim e preguiçoso, apenas ampliaram o desenho da aranha na parte  que fica atrás do uniforme e pintaram de preto o uniforme, somente isso. Prefiro o uniforme do Parker durante a breve carreira de lutador de luta-livre.

O fato da Gwen Stacy aparecer no último filme e colocar o romance de Peter e Mary Jane em risco, também foi um erro, não só cronológico, mas dessa maneria a trilogia termina com "buracos" na trama. E o que dizer dos momentos de revolta induzidos pelo simbionte alienígena em Peter Parker? Aquilo foi muita sacanagem por parte do Sam Raimi! Eu fui assistir esse filme na estréia, lembro que quando aconteciam essas cenas, as pessoas faziam chacota e reclamavam. A única cena que gostei naquele filme, foi a do esforço do Homem-Areia em segurar um objeto que lembrava a filha dele, mas a forma de areia o impedia.

O que vocês gostam e não gostam nessa antiga trilogia do Homem-Aranha?

Enfim, aqui termino este artigo de uma série de três que serão publicados durante essa semana, tudo por causa do novo filme do Homem-Aranha que será lançado em 6 de julho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários serão lidos e sempre que possível respondidos.