domingo, 2 de maio de 2010

O Homem de Ferro Vive Novamente!

iron man

Na sexta-feira, 30 de abril, foi a estréia do “Homem de Ferro 2” e claro, eu já assisti. Ao contrário de muita porcaria que foi lançada durante esses anos, Homem de Ferro e a nova série de filmes do Batman ("V de Vingança", "Watchmen" e "300" não podem ser esquecidos) são um alívio!

Acredito que  a continuação do Homem de Ferro teve êxito, já que segue o mesmo padrão do filme anterior: um bom roteiro, excelente trilha sonora e ação recheada de efeitos especiais. O Homem de Ferro não envergonha como o filme do Wolverine... Enfim, gostei do que vi e já espero o terceiro filme.


Confesso que conheço pouco sobre o personagem da Marvel Comics, somente o básico. A primeira vez que li uma aventura em que o mesmo participava, foi na saga “A Era do Apocalipse”, onde Anthony Stark nem usa a famosa armadura e luta ao lado da Resistência Humana. Nessa realidade, Apocalipse controla o globo, mas nem todos os super-heróis da Marvel estão mortos. Em “Heróis Renascem”, saga da Marvel em que os personagens ícones da editora são transportados para uma realidade criada por Franklin Richards (filho de Reed e Susan Richards, do Quarteto Fantástico) após os eventos da saga "Massacre Marvel". A saga "Heróis Renascem" serviu para recriar as origens de alguns personagens da Marvel, algo que não fez muito sucesso entre os fãs.

E continuando, sobre "Heróis Renascem", gostei mais da série de revistas do Homem de Ferro. Também gosto da versão Ultimate do personagem, principalmente o especial solo da sua versão ultimate, onde uma nova origem do personagem é contada.

Por falar em sagas, em "Massacre Marvel", quando o vilão Massacre libera um poderoso pulso eletromagnético que apaga toda Manhattan, o Homem de Ferro toma um cacete! Quase que Tony Stark morre (é que nem no filme, já que ele depende da energia do reator ark para se manter vivo), mas faltou bem pouquinho para isso.

Diferente do filme, não é a S.H.I.E.L.D. a responsável pela criação do grupo conhecido como Vingadores, mas de Tony Stark juntamente com o Capitão América (detalhe, também vai ter um filme), Tony oferece a mansão como sede dos Vingadores e estes sempre podem contar com o intelecto e as criações de um dos personagens mais inteligentes do universo Marvel. Para você ter uma idéia, vou até fazer uma listinha de crânios da Marvel:

Reed Richards, o líder do Quarteto Fantástico;
Victor von Doom, o vilão conhecido como Dr. Destino;
Anthony Stark, o Homem de Ferro;
Hank Pym, o Homem-Formiga;
Bruce Banner, o Hulk;
Peter Parker, o Homem-Aranha.


Bom, os outros... eu não lembro. Mas esses que citei são as mentes mais brilhantes do universo Marvel.

Li uma revistinha em que vários personagens da Marvel eram transportados para um planeta alienígena, nele, eles eram obrigados a se confrontarem. O Homem de Ferro acaba enfrentando a X-Force (outro grupo de mutantes que é afiliado aos X-Men)... ele esmurra todos os integrantes   graças à tecnologia que possui.


O grande trunfo de Tony é o intelecto, não tem outro. Nos quadrinhos, Tony não tem a identidade revelada (hoje em dia já é de conhecimento público), usa o argumento de que o Homem de Ferro é apenas um guarda-costas, já que é alvo de ameaças de ambiciosos industriais do setor bélico. No filme ele sempre se comunica com Jarvis, o seu computador central; mas nos quadrinhos, Jarvis é apenas o mordomo da mansão dos Vingadores. 

Tony também é conhecido no universo Marvel como pegador, já que namorou as mulheres mais bonitas do planeta. Natasha Romanoff, a espiã russa Viúva Negra (inicialmente uma vilã) é uma delas. Não gostei da atuação do personagem na saga "Guerra Civil", onde ele representa o governo dos EUA que é contra qualquer super-herói que insista em não revelar sua identidade secreta e que não ofereça seus serviços para a nação. 

Nessa mesma saga, ele e o Capitão América (que representa a oposição) se enfrentam.


"Homem de Ferro 2" não é o tipo de filme chato de se assistir, tem até uma excelente trilha sonora. Vou citar algumas: "Shoot for Thrill", AC/DC; "Robot Rock", Daft Punk; e "Another One Bites the Dust", do Queen, são algumas das músicas que fazem parte da trilha do filme. Preciso falar mais alguma coisa? Sim, preciso, mas já não é mais sobre a trilha.


Bom, existem alguns errinhos, mas nada é perfeito (tsc, tsc...). Ainda não entendo o motivo de colocarem o Nick Fury da versão Ultimate nesse filme: isso é uma enorme confusão! Além do mais, a atuação do Samuel L. Jackson como Nick Fury não é das melhores, ainda tem o fato de que o diretor da S.H.I.E.L.D. não é nada palhaço nos quadrinhos.

Mas nada supera o fato de que a S.H.I.E.L.D encontra o martelo do Thor, o Mjölnir, no Novo México, dando assim uma prévia do próximo ícone da Marvel a ganhar um filme. Tá, você quer saber o motivo? Bom, está errado pelo fato de que o Dr. Donald Blake “encontra” o Mjölnir durante uma expedição na Ilha de Páscoa.

Donald Blake não se transforma em Thor, ele é o Thor! Isso foi um castigo imposto por Odin (Deus dos deuses na mitologia nórdica/germânica) em seu filho Thor, que vive sem nenhuma memória de seu passado. "Homem de Ferro 2" já serve como um engate para o filme do Thor que será lançado em 2011. Eu espero que o filme do "Deus do Trovão" seja bom...


Mas fora essa “mancada”, o filme tá aprovado. As cenas mais legais ficam por conta do vilão Ivan Vanko, o Chicote Negro (gostei da atuação do Mickey Rourke). Gostei principalmente da cena em que ele invade a pista e exibe a sua recente criação. O Máquina de Combate (Rhodes, o amigo de Tony) também luta ao lado do Homem de Ferro. No primeiro filme, também gostei da luta final entre o Monge de Ferro e o Homem de Ferro.


Depois de tanta porcaria que a Marvel adaptou para os cinemas, "Homem de Ferro 2" é um bom filme - não é melhor do que o primeiro. Eu já disse uma vez, mas irei repetir: o Homem de Ferro salvou a carreira do Robert Downey Jr.
I am Iron Man!

O Homem de Ferro apareceu pela primeira vez na revista "Tales of Suspense #39", em 1963. Anthony Edward “Tony” Stark é um dos homens mais inteligentes do mundo e dono das Indústrias Stark. Tony Stark herdou do pai, Howard Stark, o império.

O Homem de Ferro nasceu no dia em que Tony Stark foi ao Vietnã, onde foi gravemente ferido por estilhaços de uma bomba no coração e capturado pelos vietcongues. Levado ao líder Wong Chu, este o forçou a criar uma poderosa arma e prometeu que depois ele seria operado dos estilhaços.

Tony decidiu obedecer, mas não criou uma arma, mas algo que o mantivesse vivo e permitisse derrotar Wong Chu e suas tropas. Preso com ele estava o professor Yinsen, que ajudou Tony a projetar a placa peitoral da armadura que permite que seu coração não seja atingido pelo estilhaço.


Stark colocou a armadura numa tentativa de escapar, mas o professor Yinsen foi morto, mas foi o bastante para que Tony pudesse ter tempo de carregar a armadura e garantir a sua liberdade. Assim nascia o “Homem de Ferro”.

Depois dessa aventura, novas versões de armaduras foram feitas por Tony até chegar ao modelo clássico que conhecemos. Além dos problemas cardíacos provocados pelos estilhaços da bomba, que fazem de Tony um refém de sua própria tecnologia para se manter vivo, ele ainda é um alcoólatra. Tony está longe de ser um exemplo de pessoa saudável, mas quando se trata de mostrar do que seu intelecto é capaz de criar, ele arrebenta como o Invencível Homem de Ferro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários serão lidos e sempre que possível respondidos.